Uso da Alta Frequência e do laser na Micropigmentação

Evoluir é preciso sempre, e se adequar as exigências do mercado que mais cresce no País é um desafio aos profissionais.
Graças aos avanços Tecnológicos e Científicos na Estética, dispomos de vários recursos que acrescentam melhorias significativas na Micropigmentação. O uso do Laser de baixa potência é um exemplo, pode ser usado antes e depois do procedimento, pois com sua ação regenerativa, auxilia a fixação do pigmento na pele, acelera a recuperação e favorece muito a cicatrização.

Outro exemplo é o uso da Alta-frequência após a Micropigmentação principalmente, pois a camada de Ozônio em nível cutâneo, age como bactericida e cauterizador, reduzindo muito a formação de crostas na Micropigmentação, dando conforto e maior segurança.

Atualmente o profissional que não utiliza tais recursos está bastante desatualizado, visto que, tais aplicações não são tão recentes assim, pois o uso do Laser e da Alta frequência na Micropigmentação não são novidades e o uso destes e outros recursos favorecem os resultados agregando valor técnico e científico ao procedimento.
E para homens e mulheres, que fazem uso da Micropigmentação os benefícios são muito maiores, pois como falei acima, é a aplicação destes recursos que favorece desde a fixação do pigmento até a recuperação total da pele.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...